FUMEIRO DE BAIÃO: A QUALIDADE DE SEMPRE A PREÇOS MAIS REDUZIDOS PROMETE ENCHENTE

A Feira do Fumeiro e do Cozido à Portuguesa de Baião abre as portas da sua sétima edição, na próxima sexta-feira, dia 30 de Março, e promete um fim-de-semana repleto dos sabores típicos da gastronomia portuguesa. Mas às famosas carnes de Baião, que serão usadas na preparação do Cozido à Portuguesa e do Arroz de Moira com Grelos, juntam-se cada vez mais produtos locais, capazes de agradar a todos os gostos.

A iniciativa prolonga-se até 1 de Abril e terá os preços ajustados à atual conjunta económica: em diálogo com os produtores de fumeiro e restaurantes presentes no evento, a Câmara Municipal de Baião foi capaz de reduzir os preços das refeições e do quilo de fumeiro. A título de exemplo, uma refeição que inclui entradas, prato de Cozido à Portuguesa e prato de Arroz de Moira com Grelos e sobremesa tem como preço 15 euros.

O certame vai receber a visita, no dia 31 de Março, do Secretario de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Daniel Campelo. A visita tem início às 13h00 e vai proporcionar ao governante um contacto com os produtos locais que nos últimos anos têm surgido no concelho, fruto de iniciativas empreendedoras que conjugam a tradição à inovação e à criatividade.

Cabem nesta categoria os licores, as compotas, o mel, os queijos e produtos novos, como o chocolate, doces de inspiração conventual e ainda o pão-de-ló. 
Estes produtos somam-se a outros que integraram a Feira do Fumeiro e do Cozido à Portuguesa desde a sua primeira edição, como o biscoito da Teixeira, a broa de Milho ou os citrinos da Pala.

CONFORTO, BOA LOCALIZAÇÃO E ANIMAÇÃO

O evento realiza-se à entrada da vila de Baião, na Feira do Tijelinho, num recinto coberto com 1750 metros quadrados e 600 lugares sentados nos restaurantes, reunindo excelentes condições de conforto. Ali estarão presentes, para além dos produtores de fumeiro e de outros produtos, seis restaurantes e várias marcas de vinho verde de Baião.

A animação tem como principal atrativo a atuação dos artistas Augusto Canário e Naty, que vão animar o jantar de sábado à noite com os seus cantares ao desafio. Entre as outras propostas musicais estão os grupos de cavaquinhos e concertinas, as tocatas, os ranchos folclóricos e as bandas musicais.

Programa:

Dia 30 - 18h30 - Abertura oficial - Grupo de Bombos da Associação de Trabalhadores da CM Baião;

- 20h00 - Atuação do Grupo de Concertinas e Bombos de S. Tiago de Queimada;

- 22h00 - Atuação da Banda Musical da Casa do Povo de Santa Marinha do Zêzere;

 

Dia 31 - 10h00 - Abertura oficial da Feira

- 12h00 - Atuação do Grupo "Ecoum", da Associação Andarilhos;

- 14h00 - Atuação da Tocata do Rancho Folclórico "As Ceifeiras de Valadares";

- 19h30 - Atuação do Grupo de Concertinas do Lameirão;

- 21h00 - Atuação da Tuna Feminina da Universidade Fernando Pessoa;

- 21h30 - Atuação de Augusto Canário e Naty (Cantares ao Desafio);

- 23h00 - Atuação do Grupo "O Estaleiro";

- 24h00 - Encerramento;

 

Dia 1 de Abril - 10h00 - Abertura Oficial da Feira

- 12h00 - Atuação do Grupo de Concertinas Joaquim Nogueira;

- 14h30 - Início do Festival de Folclore:

- Rancho Folclórico "As Cesteiras de Frende";

- Rancho Folclórico da Associação de Danças e Cantares de Gestaçô;

- Rancho Foclórico de Baião;

- Rancho Folclórico de Santa Cruz do Douro;

- Rancho Folclórico de Ancede;

- 20h30 - Atuação de Tony Music;

- 22h00 - Encerramento da Feira.